Seja Bem Vindo, 22 de Agosto de 2017.
Peixoto de Azevedo - MT
Notícias
Estado
GCCO deflagra operação para prender 17 ladrões de banco em Mato Grosso
A ação conta com apoio do Centro Integrado de Operações Aéreas (CIOPAER), da Secretaria de Segurança Pública.
Publicado em: 04/05/2017 ás 08:54:00 Autor: Olhar Direto Fonte: Olhar Direto
Foto Por: Olhar Direto

A Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), da Polícia Judiciária Civil, deflagrou na manhã desta quinta-feira (04) a ‘Operação Luxus’, com o objetivo de cumprir 22 mandados de prisão preventiva e quatorze buscas e apreensão. A ação pretende prender 17 membros de uma organização criminosa que agiu em roubos e furtos de pelo menos 10 agências bancárias do Estado de Mato Grosso.

 

Alguns dos alvos tiveram mais de um mandado de prisão decretados pela Sétima Vara Criminal e também pela Vara Criminal da comarca de Poconé (104 km ao Sul), em três inquéritos, sendo o primeiro referente ao roubo ao Banco do Brasil, da Avenida Pernanbuco, bairro Morada da Serra II, em 13 de novembro de 2016.

 

O segundo do furto qualificado ao banco do Brasil de Poconé, ocorrido no dia 5 de fevereiro de 2017, e o terceiro inquérito que o crime de organização criminosa.

 

Conforme a assessoria do órgão, as ordens de prisão seguidas de busca e apreensão estão sendo cumpridas por equipes de mais de 70 policiais civis, nas cidades de Cuiabá, Várzea Grande e Poconé (104 km ao Sul).

 

A ação conta com apoio do Centro Integrado de Operações Aéreas (CIOPAER), da Secretaria de Segurança Pública.

 

A operação leva o nome "Luxus", em razão da ostentação dos membros nas redes sociais. Todo o trabalho de investigação contou com a colaboração da Diretoria de Inteligência da Polícia Civil e das Delegacias Especializada de Roubos e Furtos (Derf's), de Várzea Grande e Rondonópolis e Sistema Prisional, por meio da direção da Penitenciária Regional Major Eldo de Sá Corrêa (Mata Grande) de Rondonópolis.

 

Lepus

 

No dia 20 de abril, a GCCO deflagrou a 'Operação Lepus', também para o combate de roubo a bancos. No total, foram expedidos quatro mandados de prisão preventiva, sendo que três foram cumpridos.Foram presos: José Marcelo de Souza Nazário, Antônio Fernandes Santos, Everton Pereira Oliveira e Josimar Gomes. O prejuízo causado com as ações criminosas chega a R$ 2 milhões.  Ainda segundo a apuração, para executar um dos roubos, registrado em abril de 2016, os criminosos se disfarçaram de policiais militares.  Na ocasião, mais de R$ 500 mil foram roubados.

  • Tags:
  • Mandado de prisão
©2017 - Resumo Diário - Todos os direitos reservados.