Seja Bem Vindo, 22 de Agosto de 2017.
Peixoto de Azevedo - MT
Notícias
Estado
Pagamentos do Fundo de Garantia totalizam R$ 738 milhões em Mato Grosso
O presidente da Federação do Comércio de Mato Grosso (Fecomércio-MT), Hermes Martins, comenta que a liberação dos recursos além de injetar mais dinheiro na economia local trouxe novo ânimo ao varejo.
Publicado em: 08/08/2017 ás 09:48:00 Autor: Agencia Brasil Fonte: Agencia Brasil
Foto Por: Divulgação

Os recursos liberados pela Caixa Econômica Federal das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) totalizaram R$ 738,6 milhões em Mato Grosso. O valor superou em 1,4% a previsão inicial, de R$ 728,222 milhões. De 10 de março a 31 de julho, 570,017 mil trabalhadores sacaram os recursos, uma cobertura de 79% do total de 715,364 mil trabalhadores previstos. O balanço dos saques foi divulgado pelo banco nesta segunda-feira (7).

 

Segundo a Caixa, a quantidade de trabalhadores aumentou em decorrência dos acertos cadastrais realizados nas agências. No país, o número inicial estimado de beneficiados era de 30,2 milhões e subiu para 32,7 milhões em razão dos cerca de 2,5 milhões de acertos realizados. Também no território nacional, 79% dos trabalhadores realizaram o saque. O valor inicialmente previsto de R$ 43,6 bilhões subiu R$ 49,8 bilhões, após os acertos cadastrais. No período legal de pagamento, o valor dos saques totalizou R$ 44 bilhões, que representa 88% do total.

 

O presidente da Federação do Comércio de Mato Grosso (Fecomércio-MT), Hermes Martins, comenta que a liberação dos recursos além de injetar mais dinheiro na economia local trouxe novo ânimo ao varejo. “Isso fez com que o comércio, o consumidor e o empresário tivessem uma boa alavancagem em suas ações. Nada melhor do que a gente pegar aquele dinheiro que está estocado no fundo do baú e por ele para circular, porque isso movimenta a economia, o que o nosso país tanto precisa. O impacto foi positivo para todos os segmentos”.

 

O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, comentou que os saques ajudaram a dar um “certo alento” ao varejo, durante debate promovido em São Paulo pelo Grupo de Líderes Empresariais (Lide). Segundo ele, há espaço para as famílias voltarem a consumir e citou como justificativa a reação nas concessões de crédito e a volta da geração de empregos.

 

Pessoas com diagnóstico de doença grave ou que no período de saque das contas inativas do FGTS estavam em situação de cumprimento de pena ou prisão administrativa terão o prazo estendido até 31 de dezembro de 2018 para sacar o benefício. O prazo especial foi autorizado por meio do decreto presidencial 9.108, de 26 de julho de 2017. O titular da conta deve comprovar a condição diferenciada por meio de documentos que devem ser apresentados em uma agência da Caixa. Os valores não retirados neste prazo permanecerão nas contas do Fundo e poderão ser resgatados nos casos previstos na legislação.

  • Tags:
  • FGS Saques
©2017 - Resumo Diário - Todos os direitos reservados.