Seja Bem Vindo, 13 de Dezembro de 2017.
Peixoto de Azevedo - MT
Notícias
Política
Taques comandará Consórcio Brasil Central com foco em aquisição de remédios e segurança pública
Um dos idealizadores da unidade, o governador Pedro Taques foi eleito por unanimidade presidente do consórcio de Desenvolvimento do Brasil Central, nesta quarta-feira (6), em Brasília (DF). Entre as prioridades, estão a compra de medicamentos de alto cus
Publicado em: 06/12/2017 ás 15:05:00 Autor: Olhar Direto Fonte: Olhar Direto
Foto Por: Divulgação

No pleito, Taques recebeu os votos dos governadores Marconi Perillo (PSDB), de Goiás; Flávio Dino (PCdoB), do Maranhão; Confúcio Moura (PMDB), de Rondônia; Reinaldo Tavares (PSDB), de Mato Grosso do Sul; Marcelo Miranda (PMDB), do Tocantins; e Rodrigo Rollemberg (PSB), do Distrito Federal. Ele substitui Marconi Perillo, que comandou por dois anos, com posse prevista para fevereiro.

 

“O Consórcio já é um exemplo. Fizemos 19 reuniões muito importantes, no período. E, entre as medidas já adotadas, temos  uma que reputo como a mais importante: a unificação da compra de medicamentos para a farmácia de alto custo, um experiência de Goiás, espraiada para os demais estados”, afirmou Pedro Taques, após ser eleito.

 

O presidente eleito enalteceu a liderança do colega Marconi Perillo, porque fomentou debates e ações de segurança, da defesa sanitária animal e vegetal, prospecção de negócios internacionais e melhoria na educação. “Desejo com toda humildade dizer que vamos seguir os passos e o diálogo do governador Perillo. Nenhuma decisão será tomada sem consultar os colegas”, ponderou Taques, em vídeo publicado em sua página no Facebook.

 

O fato de haver unidade no diálogo do Centro-Oeste serve para as discussões nacionais, segundo ele. “Antigamente os governadores eram chamados muito pouco para as discussões nacionais. Hoje não existe discussão nacional sem que os governadores estejam presentes. Porque, nós, governadores, representamos a parcela de um todo. E esse todo é a União federal”, complementou Taques.

 

O governador de Mato Grosso permanece em Brasília, articulando no Congresso Nacional a busca de apoio dos parlamentares par a liberação de R$ 496 milhões do Fundo de Auxílio às Exportações (FEX).

  • Tags:
  • Metas de Taques
©2017 - Resumo Diário - Todos os direitos reservados.