Seja Bem Vindo, 27 de Maio de 2018.
Peixoto de Azevedo - MT
Notícias
Política
Taques rebate presidente do PP e afirma que "pessoas não são gado" Presidente do partido, deputado Ezequiel Fonseca, reafirma que partido é oposição ao Governo
O vereador de Cuiabá, Diego Guimarães (PP), assumiu a presidência do Instituto de Terras de Mato Grosso (Intermat). A nomeação, feita pelo governador Pedro Taques (PSDB), que afirmou não qualificar as pessoas por conta do partido em que são filiadas, gero
Publicado em: 18/04/2018 ás 14:09:00 Autor: Folha Max Fonte: Folha Max
Foto Por: Divulgação

 

A nomeação de Diego Guimarães é uma tentativa de Pedro Taques se aproximar de uma ala do PP mais simpática ao Governo do Estado, formada pelo empresário Eraí Maggi, o ex-ministro da Agricultura, Neri Geller, com o objetivo de firmar uma proximidade com o maior com o senador licenciado, ministro da Agricultura e uma das maiores lideranças do PP no país, Blairo Maggi. Taques nega que este seja o objetivo.

 

“Não qualifico e nem intitulo as pessoas pelo partido político em que elas são filiadas. As pessoas não são gado que tem na sua testa o carimbo do partido. Qualifico as pessoas pelo caráter e pela competência. Precisamos abandonar esta ideia. Existem pessoas com caráter e sem caráter. O Diego assume este cargo com o compromisso de fazer o que diz a Constituição. Isso significa serviço público. Não me interessa o seu partido. O que me interessa é que você é um homem sério e decente”, afirmou.

 

O presidente estadual do Partido Progressista, o deputado federal Ezequiel Fonseca, afirmou esta semana, que nenhum integrante do partido está autorizado a aceitar cargos no governo de Pedro Taques (PSDB). Na época, a indicação de Guimarães ao Intermat ainda não tinha sido oficializada.

 

“Não tem autorização do nosso partido. O PP está na oposição do governo que aí está, mas nós temos membros dentro da sigla, que vocês conhecem, que fazem este trabalho, que ainda não estão firmes. Respeito, porque sou democrático, mas a minha orientação é de que o Progressistas não vai participar da coligação do governo Pedro Taques”, afirmou.

 

O vereador e o partido vivem uma relação complicada desde o ano passado. O PP é da base aliada do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), mas o parlamentar adota uma postura oposicionista ao executivo municipal. Guimarães é um dos entusiastas da CPI do Paletó, que investiga o prefeito.

  • Tags:
  • Taques
©2018 - Resumo Diário - Todos os direitos reservados.