Seção de atalhos e links de acessibilidade

Cidade 08/07/2020 às 09:59

Fonte: Só Notícias

Escrito por: Só Notícias

Hospital regional em Peixoto começa a receber equipamentos para abertura de 10 UTIs

O Hospital Regional de Peixoto de Azevedo (90 quilômetros de Sinop) começou a receber os equipamentos para abertura de dez Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs)

que serão destinadas ao tratamento de pacientes da covid-19.


Foto Principal Notícia

Foto Por: Divulgação

O Hospital Regional de Peixoto de Azevedo (90 quilômetros de Sinop) começou a receber os equipamentos para abertura de dez Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) que serão destinadas ao tratamento de pacientes da covid-19. Respiradores, mobílias e outros itens para equipar as unidades foram entregues pela secretaria estadual de Saúde no município.

“Estamos preocupados com a recuperação, reabilitação, tratamento, cura e salvamento de vidas. Somos gestores públicos e temos a responsabilidade, o dever e a obrigação de buscar os meios e ferramentas que possam minimizar essa crise mundial e colapso na saúde provocado pela Covid-19. Já começamos a receber ajuda do Estado e da União, e o município de Peixoto de Azevedo também fará esse enfrentamento por meio de suas contrapartidas”, declarou o prefeito Maurício Ferreira.

O Hospital Regional de Peixoto é administrado e gerido através de parceria entre o governo estadual e o Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Peixoto. A unidade conta com 21 leitos de enfermaria, mas não possui UTIs e foi inserida no plano emergencial do governo estadual.

Conforme Só Notícias já informou, o governo anunciou a abertura de 94 leitos de UTIs, até o final do mês, e também pretende custear outras 159 unidades que os municípios se comprometeram a instalar na rede pública. O governador Mauro Mendes disse que tem trabalhado em conjunto com os municípios e na capital a previsão é entregar mais 50 nas próximas semanas (20 na Santa Casa e mais 30 no Metropolitano).

“Temos 159 a serem abertas no interior, nessa parceria do governo do Estado com os municípios, que tomam as providências e o Estado paga a conta junto com o governo Federal. São R$ 2 mil por leito, por dia. Temos esse planejamento em várias cidades, Confresa, Nova Mutum, Sinop, Tangará, e muitas outras”, relatou o governador.

Em Sinop, o Estado implantou 20 leitos de UTI, no hospital regional, que estão lotados há uma semana, devido ao grande crescimento de casos. Outros 9 leitos (comprados pelas prefeituras que formam o consórcio Teles Pires) começaram a ser instalados e a previsão da secretaria estadual de Saúde é entrarem em funcionamento na próxima sexta-feira (10). O governo estadual prevê instalar outras 10 até o dia 20 deste mês. Com isso, a quantidade de leitos de UTI para Covid será 39.

Para Nova Mutum, a previsão é que os 20 leitos de UTI comecem a funcionar a partir do próximo dia 20 no hospital regional Hilda Ribeiro. Com isso, a tendência é ‘desafogar’ o regional de Sinop, que tem recebido pacientes de mais de 20 cidades.



Ver mais