Seção de atalhos e links de acessibilidade

Política 25/09/2020 às 15:32

Fonte: Folha Max

Escrito por: Folha Max

AL cortará salário de deputados que faltarem sessões durante campanha

Eduardo Botelho diz que manterá sessões remotas para colegas não terem desculpa para faltar


Foto Principal Notícia

Foto Por: Divulgação

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), alertou que vai descontar o salário dos deputados que faltarem às convocações para sessões ordinárias e extraordinárias que devem acontecer até novembro. Segundo ele, existem vários projetos parados no Legislativo que precisam ser apreciados, mesmo mediante o período eleitoral. 

No parlamento, três deputados participam do pleito deste ano. Para Senado, os deputados Elizeu Nascimento (DC) e Valdir Barranco (PT) concorrem a vaga deixada pela juíza aposentada Selma Arruda (Podemos), que foi cassada por cometer crimes eleitorais. Já o deputado Xuxu Dal Molin (PSC), tenta se eleger como prefeito de Sorriso (397 km da capital).

PUBLICIDADE

 

Botelho explicou que vai convocar os parlamentares e discutir como serão as sessões durante a campanha, com objetivo de evitar falta de quórum no plenário. Isso porque, vários deputados, apesar de não disputarem as eleições municipais, acabam se envolvendo no processo.

Segundo o democrata, as sessões continuarão sendo realizadas de maneira remota, algo que se iniciou à pandemia do novo coronavírus. Segundo ele, desta forma não há desculpas para os parlamentares faltarem às sessões, já que não precisam estar em plenário para particpar das reuniões.

“Se não conseguir votar eu vou convocar uma sessão de mutirão com a presença obrigatória de todos os deputados e os que não vierem eu vou cortar. Isso se for necessário, talvez não seja. Eu vou ver, se não conseguir quórum, irei fazer isso. O deputado tem direito de faltar quatro sessões por mês, mas nessa sessão eu serei um pouco mais duro”, avisou.

As declarações ocorreram no retorno de Botelho a Casa de Leis. Ele estava afastado desde o dia 17 de agosto para tratamento de saúde, em virtude de sequelas da Covid-19, que comprometeram 50% de seus pulmões. 

Nesse período, o comando da Mesa Diretora foi encabeçada pelo deputado João Batista (Pros), já que a vice-presidente Janaina Riva (MDB) está de licença maternidade. 

LDO 

Durante a entrevista, Botelho ainda enfatizou que nas próximas semanas a Casa de Leis vai começar a discutir a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), enviada pelo Governo do Mato Grosso.  O projeto passará pela apreciação dos deputados e servirá como base para a formulação e execução do orçamento no próximo ano.

Paralelo a isso, as lideranças partidárias também trabalham num “plano” de recuperação econômica pós-pandemia. “A economia do Estado está a todo vapor, mas tem algumas coisinhas que precisam do fomento do governo como o turismo, por exemplo. A Comissão de Industria e Comércio está trabalhando nesse sentido e vai apresentar propostas junto ao MT Fomento”, concluiu.



Ver mais