Seção de atalhos e links de acessibilidade

Política 20/04/2021 às 07:13

Fonte: Muvuca Popular

Escrito por: Muvuca Popular

ALMT vota contra veto de Mauro sobre suspensão de corte de energia

Medida foi apresentada como pedido de "socorro" à população em meio à pandemia da covid-19


Foto Principal Notícia

Foto Por: Reprodução

Medida foi apresentada como pedido de "socorro" à população em meio à pandemia da covid-19

 

Os deputados estaduais derrubaram o veto do governador Mauro Mendes (DEM) ao projeto de lei nº 160/2021 que suspende o corte de energia em Mato Grosso pelo prazo de 90 dias. A medida foi apresentada como um "socorro" à população em meio à pandemia da covid-19.

 

A derrubada do veto contou com 19 votos favoráveis contra dois que optaram pela manutenção da decisão do Estado. A apuração sobre o tema foi pautada durante sessão na tarde desta segunda-feira (19).

 

O projeto de lei foi aprovado em segunda votação no último dia 17, mas foi vetado pelo governador. À época, Mauro apontou vício de iniciativa na proposta para basear seu veto.

 

O governador alegou que projetos que envolvam a energia elétrica devem ser articuladas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

"(Aneel) que possui a competência para definir os regramentos necessários ao funcionamento do serviço, o que implica dizer que ao Estado de Mato Grosso não é permitido legislar sobre a matéria. Logo, resta cristalino que a propositura em comento está irremediavelmente maculada por vício formal", disse Mauro.

 

Contudo, durante apuração da pauta, o deputado Carlos Avalone (PSDB) afirmou que o Supremo Tribunal Federal já se posicionou sobre tema similar ao julgar causa semelhante no estado de Roraima.

 

Na ocasião, o STF havia entendido que o Estado tem sim autonomia para decidir sobre o tema, o que não isentaria a possibilidade de Mato Grosso adotar postura semelhante.

 

Após a derrubada do veto, o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado Max Russi (PSB), apontou para a necessidade de o Procon acompanhar o cumprimento da lei.



Ver mais