Seção de atalhos e links de acessibilidade

Política 27/07/2021 às 07:29

Fonte: Repórter MT

Escrito por: Repórter MT

Mauro encontra Bolsonaro e vai cobrar andamento de obras nas rodovias de MT

Reunião ocorre nesta terça-feira. A estadualização da BR-174 deve ser o principal pedido do governador no encontro.


Foto Principal Notícia

Foto Por: Reprodução

O governador Mauro Mendes (DEM) se reúne com o presidente Jair Bolsonaro nesta terça-feira (27) para discutir obras de infraestrutura. Em Brasília, a intenção, segundo Mauro, é tentar destravar obras que estão paralisadas nas rodovias que cortam Mato Grosso.

 

“Nós temos a BR-158 que está parada, BR-242, BR-080, BR-174. São importantes BRs, rodovias federais dentro de Mato Grosso, e que não estão andando. Isso nos preocupa muito. As rodovias federais são eixos estruturantes com as quais nós precisamos nos ligar”, comentou o chefe do Executivo, em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (26).

 

Mauro destacou que o governo estadual tem atuado fortemente na área da infraestrutura, promovendo o asfaltamento e a recuperação de diversas rodovias estaduais. Ele citou como exemplo uma nova obra na MT-140, que vai ligar Sorriso (420 km ao norte de Cuiabá) a Rondonópolis (212 km ao sul da Capital) e deve gerar uma economia de quase 200 quilômetros na viagem.

 

“Nós vamos conseguir fazer, até o final do ano que vem, 2.500 quilômetros de rodovias. Está no nosso planejamento e está andando muito bem. Então, vamos dialogar com o presidente, basicamente, sobre infraestrutura”, completou.

 

Há 10 dias, quando o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, esteve em Mato Grosso para uma audiência pública sobre a situação da BR-163, o gestor também foi pressionado para mais investimentos em Mato Grosso. O governador Mauro Mendes chegou a reunir a bancada para unificar as cobranças. O andamento da BR-174 era uma delas.

 

A intenção de Mauro é que o Governo Federal passe para o Estado a gestão da obra na BR-174, com o compromisso da bancada federal de enviar recursos para ajudar na pavimentação. Segundo o governador, são 300 quilômetros de estrada na altura de Colniza, e que o Estado tem condições de fazer. Essa deve ser, inclusive, uma das principais cobranças da pauta em Brasília.



Ver mais